Serendipidade

Hoje em dia, muitos arquitetos não querem mais ambientes muito planejados, que dão um ar de impessoalidade ao espaço. Pelo contrário, a grande aposta é na serendipidade, que são simplesmente as descobertas feitas por acaso.

Ou seja, para fazer um projeto original, o arquiteto garimpará materiais e objetos em galpões de materiais de segunda mão, em feiras locais, etc. Assim, ele será capaz de criar um ambiente único com a cara do cliente.

Além disso, na serendipidade, todos os materiais de uso comum da casa podem ser reutilizados: garrafas de vinho podem virar de arranjos até paredes! O limite será a criatividade do arquiteto!